AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

Avisulat é exemplo para governantes, diz presidente da FIERGS

Congresso
A cadeia produtiva de aves, suínos e leite se reúne até esta quinta-feira (24), no Centro de Eventos FIERGS, em Porto Alegre, durante o 5º Congresso e Feira Brasil Sul de Avicultura, Suinocultura e Laticínios – Feira de Equipamentos, Serviços e Inovação (Avisulat). Na abertura oficial, realizada na noite desta terça-feira, o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Heitor José Müller, observou que a Avisulat poderia servir de modelo para os governantes do País. “Reúne entidades em um exemplo de conjugação de interesses, nossos políticos deveriam olhar isso e trabalhar em conjunto também”, disse.
 
Ainda, segundo Müller, as autoridades precisam se convencer que o caminho mais rápido para o crescimento e a competitividade é o apoio ao empreendedorismo. “Mas também, e principalmente, o apoio à indústria, pois onde há indústria, há desenvolvimento”, afirmou.
 
A Avisulat tem como objetivo promover negócios, apresentar inovações, ampliar o debate sobre as demandas do setor e divulgar trabalhos e pesquisas da comunidade científica. Na área de exposição, estão presentes empresas do Brasil, China e França; enquanto no Encontro Internacional de Negócios são nove países que vieram conhecer o mercado brasileiro. No Congresso, mais de 80 palestras somam 105 horas de conteúdo e conhecimento. O coordenador geral da Avisulat, José Eduardo dos Santos, destacou o ano de incertezas politicas e econômicas e os desafios para realização do evento. “Tivemos dificuldade, mas assumimos o compromisso de fazer mais um evento para promover os setores. Agradecemos todas as empresas que estão aqui, pois valorizam a parceria. O Avisulat é um evento estratégico porque ocorre no final do ano e muito do que será falado aqui é uma preparação para o próximo ano”, ressaltou.
 
O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller, lembrou que  "queremos conquistar espaço com qualidade e também com o compromisso na segurança alimentar, e a segurança alimentar mundial passa pelo Brasil".
 
Também estiveram presentes o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado, Fábio Branco, representando o governador José Ivo Sartori; o presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal, Francisco Turra; e o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes, entre outras lideranças empresariais e presidentes de sindicatos.
 
PALESTRA
Na tarde desta terça-feira, Heitor José Müller realizou uma das palestras magnas da Avisulat, na qual abordou o tema “As expectativas e anseios da indústria brasileira frente aos desafios da economia nacional e internacional”. Ele comentou sobre as previsões de queda de 3,4% do PIB em 2016 e que a recuperação não deve chegar nem mesmo em 2017. Também falou sobre o pacote de medidas anunciado, nesta segunda-feira, pelo governo do Rio Grande do Sul. Lembrou do Relatório Sayad, elaborado pela FIERGS em 1989. “A falência das finanças públicas estaduais já estava prevista desde 1989, quando a FIERGS lançou esse estudo. Pena que os governantes não tenham dado a devida atenção ao documento”, ressaltou o presidente da FIERGS.
 
Além do industrial, a diretora-geral da Organização Mundial da Saúde Animal (OIE), Monique Eloit, debateu “Estratégias Globais de Enfrentamento de Enfermidade”. Ela salientou que a perspectiva mundial é de que se alcance uma população de 9 bilhões de pessoas em alguns anos, mas o que preocupa é o desafio de alimentar tal quantidade. “No processo de agropecuária, a criação de animais é o que mais cresce, por isso é tão fundamental nessa luta contra a pobreza”, destacou.
 
 
 
Crédito foto: Dudu Leal
 
 
Avisulat 2016