AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

FIERGS e Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável debatem o Zoneamento Ecológico Econômico

Desenvolvimento

A reunião conjunta dos Conselhos de Meio Ambiente (Codema), Infraestrutura (Coinfra) e do Comitê de Base Florestal e Moveleira (Combase) da FIERGS, nesta terça-feira (9), debateu junto com a secretária do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) do Estado, Ana Pellini, o Zoneamento Ecológico Econômico (ZEE).  O coordenador do Codema, Walter Fichtner, que conduziu a reunião, destacou a apreensão da indústria com o tema. “O Rio Grande do Sul já teve uma experiência de zoneamento que veio a ser amplamente restritiva a uma atividade produtiva. E, embora não seja nossa intenção ficar no campo das comparações, pelo que temos analisado e acompanhado até agora, corremos o mesmo risco, porém, em proporções maiores”, disse Fichtner.

O coordenador reiterou à secretária que a reunião proposta pelos Conselhos da FIERGS demonstra a preocupação da indústria quanto ao rumo atual visto nas pré-oficinas de diagnóstico do ZEE. “Queremos ter um zoneamento que realmente ajude o empreendedorismo e também colabore com a proteção ambiental”, afirmou a secretária.

Os coordenadores do Coinfra, Ricardo Portella Nunes; e do Combase, Serafim Quisini; também participaram da reunião, assim como a secretária adjunta da Sema, Maria Patrícia Malmann. O ZEE do Rio Grande do Sul é um instrumento de planejamento de ordenamento de uso de território previsto na Lei da Política Nacional do Meio Ambiente, que busca reconhecer as peculiaridades, vulnerabilidades e potencialidades de cada região com o intuito de subsidiar nas decisões pelo desenvolvimento do Estado de maneira sustentável. As Oficinas de Diagnóstico, em diferentes cidades gaúchas, são realizadas com o objetivo de incentivar as indústrias a participarem ativamente da construção de todo o processo que vai resultar no ZEE.