AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

Profissionais tiram dúvidas sobre novo sistema online de registro de transporte de resíduos do RS

Infraestrutura

Esclarecer o funcionamento do sistema online de Manifesto de Transporte de Resíduos (MTR) implantado pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental do Rio Grande do Sul (Fepam), em janeiro deste ano, foi o objetivo do encontro realizado pelo Conselho de Meio Ambiente da FIERGS, Fepam e Associação Brasileira de Empresas de Tratamento de Resíduos e Efluentes (Abetre), nesta segunda-feira. “A FIERGS apoia todas as iniciativas que, de alguma forma, venham ao encontro da modernização e desburocratização de processos, incluindo as relativas ao meio ambiente. Por este motivo, as indústrias buscam, permanentemente, aperfeiçoar as práticas e procedimentos para controle e monitoramento de resíduos sólidos desde a geração até a destinação final ambientalmente adequada”, avaliou o diretor da Federação, Newton Batastini, na abertura do evento. 


O diretor da Fepam, Gabriel Ritter, afirmou que haverá ajustes e evolução constantes e que o sistema foi inspirado em Santa Catarina, que já utiliza a versão online desde 2015. No Rio Grande do Sul, o uso da ferramenta passará a ser obrigatório a partir do próximo dia 29 de abril e substituirá o modelo antigo de talonário físico. “A ferramenta vai possibilitar o controle e a gestão de todas as informações relativas a esses resíduos”, comentou Ritter. 

A capacitação foi ministrada pelo diretor-regional da Abetre no Sul, Odilon Amado, que apresentou o processo e sanou as dúvidas dos cerca de 300 participantes das áreas de geração, transporte e destino de resíduos sólidos.

Crédito foto: Dudu Leal