Você está aqui

O “Brazilian Minerals”, projeto composto por 15 empresas de Soledade (RS), ganhou grande visibilidade entre os projetos conduzidos pela Apex-Brasil junto aos órgãos representantes de diversos segmentos econômicos. A iniciativa reúne empresas com forte potencial exportador de minerais trabalhados como artigos de decoração, itens de coleção, acessórios de uso pessoal e souvenir, conduzido pelo Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM) em parceria com a Apex-Brasil. A ação foi selecionada como case de sucesso e apresentada durante o encontro com os gestores da Apex-Brasil, no início de outubro, em São Paulo.

As empresas participantes são Dijhal Gemas, Gold Stone, HL Minerais, Ametista Sul Pedras, Bortoluzzi Com Exportação, Legep Mineração, MR Lodi Stone, MV Lodi, Lumiere Pedras, Blue Stone, Bri Pedras do Brasil, Bagatini Pedras, Sul Brazilian Stones, Colgemas e V Lodi Cristais. 

Elas possuem as licenças e certificações necessárias para a realização de suas atividades, operando exclusivamente com produtos oriundos de garimpos licenciados – que seguem as normas dos órgãos fiscalizadores competentes, incluindo o uso de equipamentos de proteção individual necessários para a prática de garimpagem. As participantes também estão em estreito alinhamento com as práticas de sustentabilidade na produção e uma política de transparência junto aos seus clientes, valorizando a satisfação e confiança a longo prazo.

Imagem com informações do projeto com participação das associadas ao Sindipedras

Associativismo

O forte potencial associativista das integrantes do Brazilian Minerals também é destaque – por conta de um trabalho articulado, que envolve a parceria com o Sindicato das Indústrias de Joalheria, Mineração, Lapidação, Beneficiamento e Transformação de Pedras Preciosas do Rio Grande do Sul (Sindipedras). 

Por meio dessa união, o grupo se fortalece, o que permite a tomada de decisões estratégicas de forma colegiada, fortalecendo a imagem do Brasil como importante fornecedor de minerais de qualidade, oferta diversificada e padrão de qualidade no atendimento aos clientes. “Formamos um grupo de empresas interessadas no projeto e elaboramos reuniões virtuais, contratamos um agente de negócios e fomos em busca de material de organização digital para expor os produtos de cada empresa, a fim de atrair clientes de fora”, informa o presidente do Sindipedras, Gilberto Bortuluzzi. “Ficamos extremamente felizes por estarmos entre os quatro melhores projetos do Brasil, através do Brazilian Minerals. Esse reconhecimento fortalece o sindicato e os empresários. Agradecemos a parceria de todas as empresas para que pudéssemos levar essa proposta adiante”, completa.

sexta-feira, 15 de Outubro de 2021 - 15h15

Deixe um Comentário

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
6 + 12 =
Resolva este problema matemático simples e digite o resultado. Por exemplo para 1+3, digite 4.